https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

ao espelho

 
Ao espelho
Dói-me aqui e olho o riso
Que de mim mesma preciso
Deste lado me ajoelho
E no outro gozo o gesto.

O espelho
Parece que me obedece
Mas de mim mesma se esquece
Mutila-me o caco velho
E a boca ri-se do resto.

 
Autor
RoqueSilveira
 
Texto
Data
Leituras
938
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
7
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 14/07/2010 16:53  Atualizado: 14/07/2010 16:53
 Re: ao espelho
Um pensamento muito interessante. Gostei da forma como o fizeste.
bj


Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 14/07/2010 16:57  Atualizado: 14/07/2010 16:57
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2221
 Re: ao espelho
Os espelhos são tramados! Por isso os evito com bastante frequência, principalmente em dias bonitos em que não me apetece ficar tristonha...

Beijinhos enormes!


Enviado por Tópico
sampaiorego
Publicado: 14/07/2010 18:20  Atualizado: 14/07/2010 18:20
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2010
Localidade: algures virado para o mar com gaivotas
Mensagens: 1150
 Re: ao espelho
gostei de pensar contigo - mesmo assim não o partas. são sete anos de azar

beijo

sampaio(r)ego

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/07/2010 01:16  Atualizado: 15/07/2010 01:16
 Re: ao espelho / RoqueSilveira
Roque, eis um poema que espelha a (tua) sabedoria!

Beijo

Enviado por Tópico
Alexis
Publicado: 15/07/2010 02:25  Atualizado: 15/07/2010 02:25
Colaborador
Usuário desde: 29/10/2008
Localidade: guimarães
Mensagens: 7254
 Re: ao espelho para roque
ainda bem que a boca se ri.é o que de melhor tem a fazer.
eu daqui com um sorriso te observo a escrita a revelar a magia que já te sabia,mas agora bem mais livre da forma.o trabalho foi feito lá atrás.agora é só dar às asas e voar....

beijo,minha amiga.adorei ler-te nesta madrugada em tudo inusitada.

alex