https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

LÍNGUA : João Nery Pestana

 
 
Gosto da palavra em seu estado bruto
E de saber do seu querer não dizer nada
Gosto da insignificância dos morfemas
Na morbidez de um semantema inútil

Gosto dos vocábulos que comem gente
E de ouvir o grito mudo das conjunções
Gosto da infidelidade dos substantivos
Na inconsistência atávica de seu uso

Gosto da sobriedade dos advérbios
E de sentir a perspicácia das vogais
Gosto da consoante muda e inexata
Na ousadia prosódica dos falantes





 
Autor
JNery
Autor
 
Texto
Data
Leituras
764
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.