https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Símile

 
Rabisco
Afolho as palavras
Na armação do tempo
O arval suspira
Alinho as sementes ao sol
Adubo-as com pequenos reparos
Gulosas em minúsculas
É hora do lusco-fusco
Entrego-me ao sono
Jornaleiro
 
Autor
joãomestreportugal
 
Texto
Data
Leituras
1011
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 07/08/2010 18:38  Atualizado: 07/08/2010 18:38
Membro de honra
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17842
 Re: Símile
Gostei desse rabisco onde as gulosas vem em letra minúsculas falando alto como o poema. bjs


Enviado por Tópico
ÔNIX
Publicado: 08/08/2010 14:40  Atualizado: 08/08/2010 14:40
Membro de honra
Usuário desde: 08/09/2009
Localidade: Lisboa
Mensagens: 2696
 Re: Símile
Nas jornadas internas, há sons que se ajustam, através de novas notas mais afinadas. Aí será aquele momento, quase, quase a tocar as alturas

Beijo

Dolores Marques