https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Timoneira de Mim

 
Tags:  destino    poema de amor    nau  
 




Timoneira de Mim
by Betha Mendonça

Enamorei certo senhor,
Ele não era grande coisa,
Mas fazia minha alegria,
De menina que não cresceu...

Anoiteceu, desceu a lua,
Nau singrou mares,
De muitos adeuses,
Doeram minhas mãos...

Ao passar dos dias frios,
Cansaram meus olhos,
Fui forçada a crescer,
E parei de bater adeus!

Senhora de meus amores,
Bem tarde percebi ser eu,
Solitária timoneira a conduzir,
Nau que singra dentro de mim.



 
Autor
Betha Mendonça
 
Texto
Data
Leituras
930
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
16 pontos
8
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
AnaCoelho
Publicado: 06/08/2010 18:21  Atualizado: 06/08/2010 18:21
Colaborador
Usuário desde: 09/05/2008
Localidade: Carregado-Alenquer
Mensagens: 12082
 Re: Timoneira de Mim
O destino conduzido pelas vontades e na apredizagem da vida.

Gostei da leveza deste poema mas ao mesmo tempo com uma boa mensagem

Beijinhos


Enviado por Tópico
eduardas
Publicado: 06/08/2010 19:56  Atualizado: 06/08/2010 19:56
Colaborador
Usuário desde: 19/10/2008
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3731
 Re: Timoneira de Mim p/Betha
Do que cresceu e se afundou, apenas fica o leme da nossa vida,

bj
Eduarda


Enviado por Tópico
mim
Publicado: 06/08/2010 22:30  Atualizado: 06/08/2010 22:30
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2008
Localidade:
Mensagens: 2858
 Re: Timoneira de Mim
Ele não era grande coisa...ficou o poema com alguém que cresceu e amadureceu.Escreveu um poema maduro que amei!

Beijos


Enviado por Tópico
AnaMartins
Publicado: 07/08/2010 00:31  Atualizado: 07/08/2010 00:31
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2009
Localidade: Porto
Mensagens: 2221
 Re: Timoneira de Mim
A vida é a maior de todas as lições, há que saber levar o barco na melhor direcção e apanhar ventos de feição.

Beijo