https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Terral

 
Ao beijar-te
Oh, mar
Entrego-te a essência
Das visões que em terra
Me alimentaram:

- O desalinho das encostas sobre
As quais em noites turbulentas
Deitei-me

- a clandestinidade das areias impregnadas
Nas ancas das viçosas palmeiras

- as madrugadas boêmias em que pelas orlas
Deambulei...


Ao beijar-te
Oh, mar
Novo ciclo se anuncia
E das vindouras embarcações
Já nada sei.












"Eu venho das dunas brancas
Onde eu queria ficar
Deitando os olhos cansados
Por onde a vida alcançar

Ednardo"


 
Autor
terraldapoesia
 
Texto
Data
Leituras
637
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
2
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Karla Bardanza
Publicado: 09/12/2010 23:33  Atualizado: 09/12/2010 23:33
Colaborador
Usuário desde: 24/06/2007
Localidade:
Mensagens: 3491
 Re: Terral
Belo.

Karla B