https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

E vem A Nado

 
Tags:  poema    família    Tiago malta    veneno  
 
E vem A Nado
 
 
Agente luta contra o veneno,
Que inalamos antes de nascer,
E que se instala desde então,
Querendo nos matar.

Agente foge do morcego,
Que sobrevoa nossas cabeças,
Tentando furar nossos olhos
A passar a sua raiva.

Nossa carne é envenenada,
Posta ela nesse tabuleiro de xadrez,
Para sermos manipulados,
Nesse jogo somos piões esperando um dia ser rei.]


Agente sempre é desafiado,
Já que a vida é um desfio,
Alguém morre para o outro nascer,
O mais chato é não saber quem será o escolhido.

Quem sabe o antídoto faz efeito,
E enquanto isso não me matem de susto,
Haverá um dia que será o fim,
Mas se formos unidos será sempre final feliz.](06/08/00)

Agente luta contra o veneno,
Que inalamos antes de nascer,
E que se instala desde então,
Querendo nos matar.

Agente foge do morcego,
Que sobrevoa nossas cabeças,
Tentando furar nossos olhos
A passar a sua raiva.

Nossa carne é envenenada,
Posta ela nesse tabuleiro de xadrez,
Para sermos manipulados,
Nesse jogo somos piões esperando um dia ser rei.]


Agente sempre é desafiado,
Já que a vida é um desfio,
Alguém morre para o outro nascer,
O mais chato é não saber quem será o escolhido.

Quem sabe o antídoto faz efeito,
E enquanto isso não me matem de susto,
Haverá um dia que será o fim, Mas se formos unidos será sempre final feliz.]


Vamos Unir nossos Poderes

Esse Poema faz parte do Cantinho do Poeta Feliz

Para Baixar na Integra
http://www.mediafire.com/download/dvp ... ntinho+do+Poeta+Feliz.rar

Incluído : Audiobook, E-book e a HQ Quinteto do Patinho Feio.
 
Autor
OTiagoM
Autor
 
Texto
Data
Leituras
611
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.