https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

QUE MAR ENORME!

 
Que mar enorme


Ele que a todos domina
E a mim tanto fascina
Agora me faz sentir arrepio
Com a sua dimensão enorme
Que até a alma me consome
E o desejo de o transformar em rio


Que mar tão largo este
Que agora me deixa tão triste
Na distância que provocou
Entre eu e um jardim
Com uma flor tão bela assim
Que nesse canteiro desabrochou


Oh!... mar imponente
Traz-me esse presente
Que é tudo o que quero
Nas tuas algas salgadas
Ao sabor das tuas vagas
Traz-me, que eu desespero





Arménio Cruz


Outubro de 2000

 
Autor
Arménio Cruz
 
Texto
Data
Leituras
780
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/09/2007 15:52  Atualizado: 03/09/2007 15:52
 Re: QUE MAR ENORME!
O MAR, EMBORA IMENSO E IMPOENTE, QUE MUITAS ALMAS CONSOME E ALIMENTA, UNE CONTINENTES, UNE PESSOAS E FAZ AMAR.
QUEM SULCO SUAS VAGAS A ELE TEM RESPEITO E MUITO AMOR.
SUA FLOR QUE TANTO TENTA ALCANÇAR LHE EENTREGUE PELAS VAGAS DO MAR, NÃO NA FORMA DE AGAS SALGADAS ME DE UMA FORMA PERFEITA, BELA E LINDA, TAL ROSA QUE PODERÁ ENTÃO PLANTAR EM SEU BELO CORAÇÃO.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 19/09/2007 10:07  Atualizado: 19/09/2007 10:07
 Re: QUE MAR ENORME!
Open in new window

O MAR IMENSO COMO IMENSO A SUA CAPACIDADE LITERÁRIA QUE MUITO ADMIRO