https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Alegria : 

A roupa e o couro

 
A roupa e o couro

Carcaças penduradas lá no terreiro
Balançam ao sabor dos ventos passageiros
Formas distorcidas assombram o chão em pingos
Trapos que já tão frágeis perderam as cores
Desgastados pelo tempo parece minha pele
Foram ela que amassadas com teus carinhos
Sujeitaram-se ao abandono no espelho do ninho
Foram elas que vestiram todos os dias
Suadas, congeladas, sujas e lavadas
Sempre as mesmas sugando o suor dos sentimentos
Do canto da janela espero o entardecer
O vento agora impaciente arremessa aos ares
Faz dos trapos bandeiras cheias de ar
Como sendo eu que vôo em liberdade
Espalhando o cheiro surrado do passado
Quem tem nas vestimentas sua identidade
Veste-as como sendo sua própria homenagem
Todos dizem: “Lá vem ele, eu conheço de longe!”


Jamaveira®


Jamaveira - O medo escraviza a Alma

 
Autor
jamaveira
Autor
 
Texto
Data
Leituras
650
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
2
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 05/01/2011 23:43  Atualizado: 05/01/2011 23:43
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: A roupa e o couro
posso dizer apenas que gostei? (é pouco) diante do que senti. Tem música, cor e intensidade no sombreado. Obrigada. bjs

Enviado por Tópico
ângelaLugo
Publicado: 07/01/2011 18:36  Atualizado: 07/01/2011 18:36
Colaborador
Usuário desde: 04/09/2006
Localidade: São Paulo - Brasil
Mensagens: 14964
 Re: A roupa e o couro p/ jamaveira
Olá caro amigo poeta

Um momento fabuloso, adorei ler
como sempre me identifico com seus
versos...Parabéns!

Feliz Ano Novo

Beijo no coração