Poemas -> Surrealistas : 

BURACO NEGRO

 

Além do portal do tempo,
Além do espaço profundo,
Além, do beijo do vento,
Além do confim do mundo,

Além do humano alento,
Do afã mortal oriundo,
Acima do pensamento,
Lá onde cada segundo

( Aviva o passar das eras,
Na região das quimeras!)
Se fundem num aconchego

No redemoinho escuro,
O ontem, hoje e o futuro,
Além do buraco negro!

Open in new window

 
Autor
EDCOE
Autor
 
Texto
Data
Leituras
3821
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
miriade
Publicado: 23/01/2011 18:04  Atualizado: 23/01/2011 18:04
Colaborador
Usuário desde: 28/01/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2171
 Re: BURACO NEGRO
O tempo é a divindade que tudo pode, tudo afaga,tudo apaga, o buraco negro, o grande mistério, excelente poema e reflexão.


Beijocarinho, Lu

Enviado por Tópico
lfracalossi
Publicado: 23/01/2011 18:24  Atualizado: 23/01/2011 18:24
Da casa!
Usuário desde: 03/05/2009
Localidade: Campo Grande -MS -Brasil
Mensagens: 447
 Re: BURACO NEGRO
Há tantas coisas que desconhecemos além do que nossa vista alcança, há tantos mistérios sobre os quais nada sabemos ou temos controle...
Viver a vida com seus mistérios e o desconhecido é uma arte imprescindível.
Poema reflexão. Mto bom!
Beijos
Lou