https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Pinceis e cores pasteis

 
Tags:  amor  
 
Pinceis e cores pasteis
 
Escolhi vagar na intransigência do tempo.
Fui abrir portas pra ver o céu que imaginei!
Eu quis pintar este céu com um amor luarento.
Mas paguei por cada estrela que não pintei!

Confusas penas abordaram meu olhar tristonho.
A candeia deita à penumbra a sede que alimenta.
Nivelando o tempo pelas cores do meu sonho.
Nele, paradeiro, ilusão. Ouro e fio que me sustenta!

No remanejo, as ausências vão medrar distâncias.
Mas eu não sei onde descansar meu olhar sedento,
Senão em momentos que irão fretar as lembranças!

Entenda que para a solidão não existe o melhor momento.
Ela tem os braços vazios. É a fenda da desesperança!
Digamos... que refletimos em um mesmo sentimento.

 
Autor
lindinalva
 
Texto
Data
Leituras
666
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 05/02/2011 16:28  Atualizado: 05/02/2011 16:28
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29152
 Re: Pinceis e cores pasteis
PINTAM]NDO OS SONHOS, QUANTA MARAVILHA, DEIXO MEU ABRAÇO.

MARTISNS

Enviado por Tópico
apsferreira
Publicado: 05/02/2011 17:35  Atualizado: 05/02/2011 17:35
Colaborador
Usuário desde: 27/12/2009
Localidade: Ponta Delgada - Açôres - Portugal
Mensagens: 1614
 Re: Pinceis e cores pasteis
Um belo soneto.
Gostei de ler.