https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Bones/ Don`t Try

 
Bones/Don`t Try

A solidão entranha-se nos ossos
deste velho cão
vadio.
Somos cães vadios
e o mundo não nos merece.
Também não o merecemos.
Estamos quites.
A vida rasgou as avenidas
e as ruelas pardacentas,
já não tem o brilho de outrora.
Morremos de solidão.
As pernas vão-se abaixo como traves ressequidas.
Morremos aos poucos,
pouco a pouco,
antes de a morte nos bater à porta.

Neno/2011/ a charles bukowski
 
Autor
poesiadeneno
 
Texto
Data
Leituras
894
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.