https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Como será

 
Como será - Lizaldo Vieira
O amanhã
Num presente
Que sobra desequilíbrio
Falta providencia
Conscência
Como será o amanhã na vida dos térreos
Se tudo que pulsa vida
Vira lixo
Poluição
Na terra
Na água
No Espaço
Como será a lida de bichos
E biosfera
Sem reserva
Sem licença previa
Sem fino trato
Sem mato
O que será
Da água de beber
Do peixe que vem rio
O que será de mim
De você
Sem relva nem selva
Pra vida se manter
Oh...
Providencias do infinito
Dá-nos da sã água de beber
Da equilibrada terra de viver
Livre de veneno
De a saúde solar
Controlada no infravermelho
Do teu ar despoluído
Onde a vida possa respirar
Dá-nos a certeza de claro amanhã
Para alem terra
Céus e mares
Queremos viver
Por eternas gerações


Q U E S E D A N E C U S T O d e V I D A - Lizaldo Vieira
Meu deus
Tá danado
É todo santo dia
O mesmo recado
La vem o noticiário
Com a
estória das bolsas
Do que sobe e desce no mercado
De Tóquio
Nasdaq
São paulo
É dólar que aume...

 
Autor
Lizaaldo
 
Texto
Data
Leituras
463
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.