https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Traços de um amor-Neila Costa(Vilanela)

 
Tags:  paixão    traço  
 



Sou o Ontem vestida no Hoje
que no Agora em que transponho
sentimentos em algo real do instante,
transcrevo o que sou ou quem fui
fora de hora.
Sou o Eu Vestida nas Horas,
que escorre pelos Minutos
e Segundos que se vão afora.
Neila Cos...

Traços de um amor
Neila Costa
(Vilanela)




Nesse rabisco que eu traço,
Vejo-me sem teu abraço...
Hoje não sei o que faço.

Tu não desfizeste o laço,
Da paixão… Quanto embaraço
nesse rabisco que eu traço.

Deixei de ser teu regaço.
Sumiste no azul do espaço.
Hoje não sei o que faço.

Diante desse percalço,
Deixaste-me por falaço...
Nesse rabisco que eu traço.

O nosso amor eu retraço.
Já não sustento o cansaço…
hoje não sei o que faço...

Fizeste um estardalhaço
do amor que nos foi escasso!
Nesse rabisco que eu traço
Hoje não sei o que faço.


 
Autor
NCosta
Autor
 
Texto
Data
Leituras
974
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
6 pontos
6
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
carolcarolina
Publicado: 11/03/2011 00:50  Atualizado: 11/03/2011 00:50
Colaborador
Usuário desde: 24/01/2010
Localidade: RS/Brasil
Mensagens: 9300
 Re: Traços de um amor-Neila Costa(Vilanela)
Querida Amiga
Poetisa Neila!

Um belo poema com traços de um amor que foi só fracasso.
Bjinhos
Carol


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 11/03/2011 01:19  Atualizado: 11/03/2011 01:19
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: Traços de um amor-Neila Costa(Vilanela)
Letras que não se perdem em momento algum do poema. bjs


Enviado por Tópico
elendemoraes
Publicado: 11/03/2011 22:59  Atualizado: 11/03/2011 22:59
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2010
Localidade: Rio de Janeiro - Brasil
Mensagens: 507
 Re: Traços de um amor-Neila Costa(Vilanela)
Querida amiga,
só falta o livro! Vamos, anime-se!
Parabéns pela poesia! Uma história muito bem contada, embora tenha que ser "amarrada" e repetida em cada terceiro verso.
Beijos!