https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Soneto da indiferença

 

Mesmo em se tratando de indiferença
Pelas mágoas dantes e recentes lançadas
Insisto em ser o que sou
E ainda conjuro o sentimento que lhe dou

É meu destino, minha sena
Caminhar de pés descalços tua estrada
Pelo qual meu coração se sujeita calado
Não sabes o mal que causa, dor

Alma sincera, entregue a ti
Se aquebrantada partir
Sem ao menos um consolo por mim

Dá-me vida, de tudo porvir
Se renego todo teu passado, aqui
Com a certeza de cometer erro algum



 
Autor
shirley
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2417
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
11 pontos
1
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 21/03/2011 22:51  Atualizado: 21/03/2011 22:51
 Re: Soneto da indiferença
Um sentimento forte por alguém que talves nem mereceu,lirico ou não sempre se adapta a outrem.



Um beijo