https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Amar Como Amam os Poetas

 
Amar como amam os poetas...

É blasfemar contra a sensatez,
É acreditar amar e ser amado...
Poeta é ente maldito!
Indigno de sentimento tão puro,
É digno mesmo de vagar pelo mundo
Em eterna aflição e ser escarnecido
Por cada objeto de seus desejos.
É digno sim, de sentir inevitavelmente
Uma chama intensa queimar o peito.
É também sentir queimar em sua língua
Sacrílega, cada verso e promessa de eternidade...

Amar como amam os poetas...

Poetas não são dignos do amor,
São dignos de uma direção incerta,
De se olharem ridículos no espelho
E sorrindo e medindo os defeitos
Não saber a diferença do que é belo ou vil.

Amar como amam os poetas...

Poesia é fogo que corre no peito,
Como o fogo escaldante
Que invade o corpo e toma a alma
De paixão...

...Desejo...
...Incerteza...
...E medo.


Do livro Orações Licenciosas, de Romulo Narducci.

Visitem meu blog: www.romulonarducci.blogspot.com

 
Autor
RomuloNarducci
 
Texto
Data
Leituras
1097
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
2
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
shirley
Publicado: 30/03/2010 13:59  Atualizado: 30/03/2010 14:03
Da casa!
Usuário desde: 22/06/2008
Localidade:
Mensagens: 351
 Re: Amar Como Amam os Poetas
Aplaudo tão bela composição poeta, há tempo que não lia algo tão visceral, é interessante essa visão de como os poetas amam, fizeste me parar um momento pra pensar "poetas não são dignos do amor, são dignos de uma direção incerta"...Perfeito
Esse poema com certeza ficará entre os meus favoritos