https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Série: Textos escondidos do Luso-Poemas - IRRACIONAL E DEFINITIVO

 
 
IRRACIONAL E DEFINITIVO

te sinto na pele
na alma sem calma.

sinto nas noites
tão longas sem sono.

sinto nas horas
de sonhos insanos.

sinto no anseio
que cresce e entontece.

sinto na busca
frustrada e cansada.

sinto no apelo
tão mudo e tão surdo.

sinto nos dedos
convulsos, suados.

sinto no corpo
doído e indócil.

sinto em meus olhos
vazios, opacos.

sinto nos lábios
com sede de vida.

sinto em meu canto
tão pobre e tão triste.

sinto no vento
no sol e na chuva.

sinto nas cores
no breu e na noite.

te sinto na vida...
me encontro no sonho!

Zélia Nicolodi
publicado pelo autor em 27/03/2008 12:06:08


Nas troikas não há camaradas e da camaradagem não nascem troikas.


 
Autor
Valdevinoxis
 
Texto
Data
Leituras
705
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
3
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
HelenDeRose
Publicado: 05/04/2011 23:38  Atualizado: 05/04/2011 23:38
Usuário desde: 06/08/2009
Localidade: Sorocaba - SP - Brasil
Mensagens: 2092
 Re: Série: Textos escondidos do Luso-Poemas - IRRACIONAL ...
Saudades da Zélia, ela tem uma sensibilidade aflorada para escrever. Agradeço por compartilhar. Adorei.


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 23/10/2014 05:19  Atualizado: 23/10/2014 05:19
 Re: Série: Textos escondidos do Luso-Poemas - IRRACIONAL ...
n sei o que achei mais admirável a poesia sentida da autora ou o seu gesto generoso em fazer com q ela seja relembrada. pra vcs meu respeito pelos corações bonitos.obrigado.