https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Viagem da minha vontade

 
Sim, afasto-me
para recuperar o fôlego
sempre que os ruídos
me inebriam os poros da alma…

Volto com o rosto lavado
na manhã salgada
onde a Primavera chora
pétalas de luz…

O relógio de areia
desliza baixo
o meu regresso fica vazio
o silêncio recebe
toda a minha vontade…

Fico sentada
no beiral da porta
com a janela aberta
a cantar os raios finos de luz
que o infinito me oferta na cadência
de uma melodia com harpas de anjos…

Sim, afasto-me
e talvez um dia não regresse!




Ana Coelho
Os meus sonhos nunca dormem, sossegam somente por vagas horas quando as nuvens se encostam ao vento.
Os meus pensamentos são acasos que me chegam em relâmpagos, caem no papel em obediência à mente...

 
Autor
AnaCoelho
Autor
 
Texto
Data
Leituras
697
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
14 pontos
4
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 12/05/2011 20:55  Atualizado: 12/05/2011 20:55
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29310
 Re: Viagem da minha vontade
REGRESSO DE UM VOLTAR DEIXO MEU ABRAÇO.
MARAVILHA


Enviado por Tópico
Transversal
Publicado: 12/05/2011 21:35  Atualizado: 12/05/2011 21:35
Colaborador
Usuário desde: 02/01/2011
Localidade: Fortaleza - Lisboa
Mensagens: 3687
 Re: Viagem da minha vontade
"me inebriam os poros da alma"..."afasto me/..talvez um dia não regresse!"..."talvez"..."uma melancolia...anjos"..."talvez"..."sentada"..."talvez"..."o silêncio"...ou..."toda a vontade"..."talvez"..."vazio"...mas...voltarei..."com o rosto lavado"...pela..."Primavera"

Excelente..."Viagem da minha vontade"..."sim"..."talvez"

Abraço te