https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Domingo, de manhã

 
Domingo, de manhã
 
Domingo de manhã, num bairro de Lisboa..
paredes vestidas de várias cores, "grafitadas"...
lentes graduadas um velhinho ali num banco comum..
ora deitado, ora sentado...a ver o tempo passar...
Nada mais lhe resta, já não contesta,já não pode amar; Apenas por ali anda a rondar...
Vidas gastas,delicadas...como as paredes destas calçadas.... destas ruas pintadas de amargura amontoam-se numa manhã de domingo..onde,também, assistimos a muita droga passada e vendida, juventude perdida...sem futuro na vida,a Sida... é duro...Tudo numa manhã de domingo em Lisboa ou em qualquer cidade, porque infelizmente esta é a dura realidade...

 
Autor
tereska
Autor
 
Texto
Data
Leituras
612
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.