https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

O Cântico dos Cantos (Ernesto Cardenal)

 
- Amada, teu ventre tem cheiro de terra recém aberta e a terra recém molhada.
- A sulco recém molhado por meu amado.
Toda matéria está construída com duas partículas:
prótons e elétrons;
os prótons são positivos e os elétrons negativos,
macho e fêmea.

Um nascimento não é por acidente
mas por união.
E prótons e elétrons no gás estelar estão sexuados.
Daí a evolução do universo.

Uma atração irresistível
entre partícula subatômica positiva e negativa.
Daí os átomos, as estrelas, nós.
Esta é a coesão do universo.

Amor essencial! Essencial
que estás no coração do universo!
Atração que gerou todas as coisas.
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
O universo inteiro é uma boda.
. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Pedaço de matéria estelar,
um átomo teu é como um sistema solar, e teu corpo
como um sistema de galáxias com milhões de sóis.
A atração. A atração.

Os elétrons giram dentro dos átomos,
os satélites giram ao redor dos planetas,
os planetas ao redor da galáxia ao redor
de um centro de gravidade comum.
A gravidade que move o sol e todas as estrelas.

Ernesto Cardenal. In: Cántico cósmico. Managua: Nueva Nicaraguas, 1989 (tradução de Antonio Miranda)

 
Autor
AjAraujo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
771
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.