https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O Dramaturgo

 
Tags:  amor    paixão    desejo  
 
Fui acometido da dor mais pungente
E adocicada dos mortais.
Fui ludibriado pelos meus sentidos
E enquadrado na pequena porção de matéria
Que te completa.

Manipulado pelo meu desejo dramaturgo,
Que insiste em fantasiar
A verdade fria do meu mundo,
Pintei seu rosto e seu perfume
Nas paredes de mármore do meu palácio.

Enlouquecido de desejo
Arranhei as paredes com teu rosto,
E via você impregnada na minha pele.
Embriagado de doçura
Pranteava pela sentença
De ter apenas a sua imagem.


"A maior riqueza
do homem
é sua incompletude.
Nesse ponto
sou abastado.
Palavras que me aceitam
como sou
— eu não aceito." Manoel de Barros

 
Autor
Cleber
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1061
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.