https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Ouvindo seu corpo

 
Tags:  amor    sexo    corpo    fragilidade    virilidade  
 
Se seu corpo me cantasse versos
Eu sentiria o torpor de suas aspirações
As urgências de seus sonhos corrompidos
Seu corpo diria o quanto quer ser possuída
Sem domínio
Enlaçada em liberdade
Dirigida em um vôo cego

Saborearia o acorde menor do toque
Sem a dívida
Da entrega sem despojo
De estar nas mãos
E ser dona do seu ir e vir

Me diria sussurrando
Que a força que possuo
É o afago dissonante de sua delicadeza
E minhas mãos pesadas
Te mostram o quanto poderia ser vil
Mas sou doce

Em seu corpo me faria parte frágil
Da minha virilidade...


"A maior riqueza
do homem
é sua incompletude.
Nesse ponto
sou abastado.
Palavras que me aceitam
como sou
— eu não aceito." Manoel de Barros

 
Autor
Cleber
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2136
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
7 pontos
3
2
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 23/08/2017 15:51  Atualizado: 23/08/2017 15:51
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16292
 Re: Ouvindo seu corpo
Cleber
Uau! Pretensioso e inspirado!
Adorei!
Beijos!
Janna

Enviado por Tópico
Branca
Publicado: 23/08/2017 18:15  Atualizado: 23/08/2017 18:15
Colaborador
Usuário desde: 05/05/2009
Localidade: Brasil
Mensagens: 2996
 Re: Ouvindo seu corpo
Uma mistura da sensibilidade com a força. Um corpo com fome e mãos que podem saciar, mesmo pesadas...
Amei o poema.

Beijo

Branca

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 01/09/2017 11:29  Atualizado: 01/09/2017 11:29
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29356
 Re: Ouvindo seu corpo
Um belíssimo poema encantador.

A voz doe nosso corpos grita o amor