https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

As rugas resistem ao tempo

 
Terá a poesia rugas?
Assim como o vento
numa noite sem luar…
Existirá para lá dos traços
vincos do tempo
no corpo escrito
com a alma fervente…

Os sons do tempo
são a eternidade
onde postamos as horas
os lamentos
as melodias de encantar…

Os poemas renovam-se
amortalham-se
e talham os rostos dos poetas
na entrega de outros vultos…

As rugas resistem ao tempo
e ao vento da memória!



Ana Coelho
Os meus sonhos nunca dormem, sossegam somente por vagas horas quando as nuvens se encostam ao vento.
Os meus pensamentos são acasos que me chegam em relâmpagos, caem no papel em obediência à mente...

 
Autor
AnaCoelho
Autor
 
Texto
Data
Leituras
659
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 20/07/2011 21:02  Atualizado: 20/07/2011 21:02
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29264
 Re: As rugas resistem ao tempo
OS POEMA NOS RENOVAM, SÃO COMO TERNURAS

Enviado por Tópico
Ghost
Publicado: 20/07/2011 21:07  Atualizado: 20/07/2011 21:07
Colaborador
Usuário desde: 09/04/2011
Localidade: Lisboa, Portugal
Mensagens: 1822
 Re: As rugas resistem ao tempo
Olá Ana.
Eu penso que a poesia cria rugas não com o tempo mas com a sabedoria que carrega, com a beleza que enxerga com o tempo, para lá de muitos olhares...
Gostei do que li.
Questões e constatações sobre poemas e o tempo...
Abraços e Felicidades.