https://www.poetris.com/
 
Frases e Pensamentos : 

Lobo Ferido

 
Tags:  amor    paixão    saudade    desejo    solidão    dor    reflexão  
 
O deserto parece que rasteja aos meus pés
E o vento se curva aos meus ouvidos
Sou um lobo que uiva ao encontro do nada
A sombra de alguém que assombra o meu quarto;

Eu lembro que um dia você preferiu o silêncio
Sei que você não pode mais me esperar;
Mas eu ainda posso cortar ao fio da navalha
As mentiras que me trazem você;

Com os olhos negros fumegantes
À noite me atrai em círculos
Ouço o cantar vicioso das cigarras
Estamos tão longe e ao mesmo tempo tão perto;

Quem poderá fender a cicatrizes que carrego?
Tenho o tempo por inimigo e cansaço...
Tenho sede por um lábio dissolvendo
Águas desperdiçadas e lágrimas absorvendo;

Sou um lobo que uiva ao encontro do nada
Faróis me cegam ao longo da estrada
O caminho de volta já não sabe ao certo
O sangue como rastros me vazou em pensamentos.





Marcelo Henrique Zacarelli

Pelo autor Marcelo Henrique Zacarelli
Village, Julio de 2011 no dia 21.
 
Autor
Marcelo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2167
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
3 pontos
3
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 22/07/2011 16:14  Atualizado: 22/07/2011 16:14
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 10240
 Re: Lobo Ferido
Boa tarde Marcelo, seu personagem vive um momento marcado pelos desencontros, parabens pelo seu contundente poema, MJ.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 22/07/2011 18:04  Atualizado: 22/07/2011 18:04
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29608
 Re: Lobo Ferido
O SILÊNCIO É O PROPRIO AMOR O FALAR, DEIXO MEU ABRAÇO.

MARTISNS

Enviado por Tópico
AdTe
Publicado: 26/07/2011 12:52  Atualizado: 26/07/2011 12:54
Da casa!
Usuário desde: 28/03/2011
Localidade:
Mensagens: 340
 Re: Lobo Ferido
Desencontros das almas que vagueiam pelos mesmos caminhos!

Um dia... os caminhos vão-se encontrar!

Foi muito bom lê-lo Poeta Marcelo!