https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

antipoema 1

 
ontem
quando me encontrei com o poema
bestificamo-nos

alta madrugada
ambos bêbados
saímos pelas ruas lançando versos para todas as mulheres
acabamos presos por perturbação do sossego público

como o mundo é prosaico
meu deus


poeta brasileiro da geração do mimeógrafo pertence a diversas entidades culturais do brasil e do exterior estudioso de história é autor de centenas de artigos e ensaios sobre temas culturais literários e históricos

 
Autor
PAULOMONTEIRO
 
Texto
Data
Leituras
1426
Favoritos
2
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
20 pontos
2
1
2
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Caio
Publicado: 24/11/2012 16:54  Atualizado: 24/11/2012 16:54
Colaborador
Usuário desde: 29/09/2011
Localidade: Olinda, Pernambuco
Mensagens: 1148
 Re: antipoema 1
gosto deste poema tanto quanto
da primeira vez que o li
e me surpreendeu a naturalidade.

a frase final me acompanha até hoje.


"como o mundo é prosaico
meu deus"

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/10/2014 00:40  Atualizado: 04/10/2014 00:40
 Re: antipoema 1
prosaico é apelido esse mundo é de uma cretinice visceral,desculpa ai o mal jeito, curti seu poemento, quem dera se todas as desordens fosse assim o mundo seria visto com novas roupas e até q facilitaria avida. achei bacana imaginar vc e o poema por ai vivendo a verdadeira alegria de viver q é apenas viver.