https://www.poetris.com/
 
Mensagens : 

Luso-poemas

 
luso-poemas...

como o nome nos diz é um poema, que por vezes ganha vida e força!
e deixa-se levar pelo vento que cada utilizador quer soprar...
outras vezes nasce como uma crónica que dispara a arma escondida no atirador, mas nunca deixa de ser um poema...
vive no verso ritmado, um tal mal amado que quer ver o seu ego crescer
e pela noite entra na escuridão, com ou sem refrão, aqui está para cantar as boas-noites.
mas quando a noite vai longa nascem contos que moldam os olhos
e o luso continua poema, mesmo quando no fórum se discute o lema...
mas ao amanhecer servem-nos uma prosa poética para acordar e no texto marado, há um achado, que parece marmelada para o pão, mas não, em vez de pequeno-almoço é mais uma vez um poema que nos alimenta.

 
Autor
Nadir.Caetano
 
Texto
Data
Leituras
964
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
15 pontos
15
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Carlos_Val
Publicado: 21/10/2011 23:49  Atualizado: 21/10/2011 23:49
Da casa!
Usuário desde: 11/03/2011
Localidade: Braga a residir em Gaia
Mensagens: 421
 Re: Luso-poemas
não gostei do tema, pelo simples facto de sentir nele alguma agrssão contra alguém que você não gosta, esta é a minha opinião.

Val







Enviado por Tópico
Ghost
Publicado: 22/10/2011 00:12  Atualizado: 22/10/2011 00:12
Colaborador
Usuário desde: 09/04/2011
Localidade: Lisboa, Portugal
Mensagens: 1822
 Re: Luso-poemas
No final o que conta é o poema, fingido ou real mas o poema que sai. E a força das palavras transmitida como sentiments escondidos.
Gostei do que li.
Abraços e Felicidades.

Enviado por Tópico
RoqueSilveira
Publicado: 22/10/2011 11:03  Atualizado: 22/10/2011 11:03
Colaborador
Usuário desde: 31/03/2008
Localidade: Braga
Mensagens: 8222
 Re: Luso-poemas
eu não tenho qualquer problema em viver no luso-poemas, tal como está, porque é um mundo como lá fora e nem por isso lhe fujo. viver e deixar viver, é um bom lema, todos temos um ego e não reparar demais no dos outros é um bom esquema, só na medida em que permita mais obra, mais trabalho sobre as relações humanas, conhecê-las, esmiuçá-las, reflecti-las.
por isso não acho bem, que fora disso se apreciem maneiras de estar, apontando por apontar.
o seu texto está um bocado contraditório também sobretudo na última frase, pois considero que poema é mesmo para comer.
um bom dia ao escritor e melhores escritas





Enviado por Tópico
Valdevinoxis
Publicado: 22/10/2011 17:20  Atualizado: 22/10/2011 17:20
Colaborador
Usuário desde: 27/10/2006
Localidade: Aguiar, Viana do Alentejo
Mensagens: 1997
 Re: Luso-poemas
Parece-me um texto franco. Uma descrição do comportamento do Luso ao longo do dia. Uma fotografia do Luso. Talvez lhe desse algumas pinceladas para a compor mais mas parece-me honesta e algo espirituosa.

Valdevinoxis

Enviado por Tópico
PROTEUS
Publicado: 23/10/2011 17:14  Atualizado: 23/10/2011 17:14
Colaborador
Usuário desde: 27/03/2010
Localidade:
Mensagens: 3612
 Re: Luso-poemas
O "Luso" é como uma bebida deliciosa e viciante que tomamos a goles curtos para sabe-la melhor.
Uma Festa de Babete da poesia e dos humores do mundo.
Poesia é alimento da alma e há tantos pratos bona aqui...
Nadir, eu gostei do seu texto.