https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Perola do Atlantico

 
São três da tarde…
O dia está firmemente estabelecido.
O sol de Agosto… Desenha… Caustica seus raios na terra… Conduzindo luz… transferindo calor ao mundo…
Lenbro-me dos teus olhos…
Olhos pretos… Pretos azeviche… Como a corroborarem, que em ti reside o amor… Que a mim remetem… Me endereçam raios de alegria e esperança…
Sentado…
Contemplando o profundo oceano que nos separa…
Peço ao céu, que envie anjos para te carregarem a mim… Minha flor… Minha pérola do atlântico…
Tantas vezes quis negligenciar estes sentimentos meus… Sem alcançar… Sem vislumbrar ser possivel…
E aqui estou eu, em frente às águas que nos desconjuntam… Que nos apartam… A meditar em ti…
Por favor desculpa…
Por favor perdoa… Perdoa não acordar o pacto… O nosso plácito… Convenção de silêncio…



Luis Paulo

 
Autor
lpaulo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
567
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.