https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Desilusão : 

DISSOCIADOS

 
Tags:  poema  
 
DISSOCIADOS
 
DISSOCIADOS
(Jairo Nunes Bezerra)

A saudade crescente é o meu atual castigo,
Iniciado quando de ti me afastei...
Sempre foi impossivel viver contigo,
E longe de teus afagos fracassei

Só nós dois é que sabemos,
Da solidão que preenche o nosso espaço...
E o nosso ninho, nosso belo apartamento
Solitário, vem sendo vítima do descaso!

Bela e carinhosa não sabes dominar teu gênio,
Mudas de repente perpetuando um silêncio,
Que entristece, incentivando de ti o afastamento!

E foi vítima cansada de tuas assíduas mudanças,
Que parti célere em novas andanças,
Buscando novo entretenimento!





 
Autor
Jairo Nunes Bezerra
 
Texto
Data
Leituras
434
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.