https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Saudade : 

Amar é assim!

 
Amar é assim!



Ainda meninos depressa crescemos
Com um chamamento moços seguimos
Veneramos fontes e delas bebemos
Sem receios nem medos tudo o que pedimos

Decalcamos sombras que nos tolhiam
Para recordarmos o que não seríamos
Alertas e outros apelos nos chamariam
Decididos a penumbra fecharíamos

Experimentamos sentimentos proibidos
Com eles derrubamos muros erosados
Inventamos caminhos revestidos
Com segredos nossos, desejados

Uns e umas, todos, repetidamente
Os sonhos de Cupido quisemos abraçar
Ao encontro do desejo ardente
Esculpimos poemas para os alcançar


Já nem sei, tu, tu e tu, por onde parais agora?
Vezes sem conta de Vós me recordo
Do melhor me lembro em qualquer hora
Bem sublime sóis para mim quando acordo

Voltar queria mas poder não descubro
Trocava parte do que sou por muitas emendas
Viveria de novo com meu rosto rubro
Declarações de amor com palavras e prendas

Escrevi versos e pontes lancei
Aproximar-me queria de quem amava
Confiei-os ao vento, não os entreguei
Não sei a morada de quem procurava

Momentos houve de tal desencanto
Em que desejei, para sempre sucumbir
Sem notícias nem sinais, algemado no meu pranto
Gritei, na sombra não, vou conseguir!

Desvendando lições não aprendidas
Deitei-me nos versos e nas palavras que juntei
Tropecei muito tempo em almas vendidas
Eis que em poeta militante me tornei

17/11/2011 - Roque Soares

 
Autor
Jomanroque
 
Texto
Data
Leituras
571
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
VónyFerreira
Publicado: 06/01/2012 20:37  Atualizado: 06/01/2012 20:37
Membro de honra
Usuário desde: 14/05/2008
Localidade: Leiria
Mensagens: 9702
 Re: Amar é assim!
Gostei do seu poema,
das deambulações que faz sobre
a vida e o amor.
Posso deixar um voto e um desejo?
- Faça o favor de ser feliz!
Obrigada pela partilha