https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Adeus!

 
Tags:  saudade    adeus  
 

Digo do mesmo modo
as coisas ditas por outras palavras:
- O medo apavora-me e a dúvida inquina
o que em mim era lei sagrada.

E porque não quero perder-me entre revoadas
de pombos sinistros,
entre pios de corujas agoirentas,
que me trazem à memória
cardumes de flagelados boiando à tona,
dou as costas ao murmúrio
e vou embora a pedir esmola nas praças desertas
e mandando beijos de longe,
para minorar a saudade dos que me querem bem.

Adeus!
Deixo a sombra dos meus passos lentos
e a vontade de querer ser feliz
e autêntico.


Em 04.dez.2011
PC


Escrever é uma forma de estar vivo!
Paulo César

 
Autor
PauloCésar
 
Texto
Data
Leituras
2962
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 06/02/2012 22:31  Atualizado: 06/02/2012 22:31
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29955
 Re: Adeus!
UM ENCANTO DE POEMA, MARAVILHA, DEIXO MEU ABRAÇO

MARTISNS