https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A voz apagada

 
A voz apagada
 
Em meu seio, a voz apagada
Distante de mim, distante dos outros
Essa sensação fria, desértica
Presa em mim... Nunca me liberta...
Um campo solitário feito para minha alma.

O silêncio que não alcança outras almas
Feito para minha boca
Moldado somente para minha alma
Outra dor e uma mesma escuridão
Esta minha vida que nunca parece vida.

[Vozes, sussurros... O que eu nunca soube...]

Lá longe... Longe... Na meia noite
Aquela escuridão que não é minha
Aquele silêncio que não me pertence
Aquela solidão que não me condena
A minha alma morre... Eu morro.

[Na distância... O vento que não assobia... Eu me perdi...]

Dentro de mim, a voz acorrentada
O grito que nunca foi livre
Dentro de mim, o silêncio esguio
Que machuca... Que retalha...
Despedaçada, ainda tento me calar.


Acho que estou apaixonada pela minha tristeza....

 
Autor
msrdany
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2227
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.