https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Amago

 
No deleite celestial
de um crescer platónico,
Sente esse poder carnal
De um desejo que ultrapassa o cósmico!
Profana uma e outra vez
Esse corpo que reclamaste como teu.
Penetra doce e repetidamente
Até ao âmago chegares..
Funde o teu corpo no meu
e proclama finalmente..


.. esse amor crescente..


Não lutes contra..
Age para..!


 
Autor
SemRumo
Autor
 
Texto
Data
Leituras
467
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.