https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Góticos : 

Condenação...Poetisa Aradia Fortunato.

 


Oh doce e perversa condenação,
Tão suave como veludo veio a morte,
Vestida de linho preto, a vossa vida tragou
Aquilo que ela nunca amou.
Quem diria que ficaria presa por toda a eternidade,
Voraz apetite luxuriante.


 
Autor
Miladyaradia.
 
Texto
Data
Leituras
692
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.