https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Alecrim

 
Alecrim, meu amigo,
teu fumo em mim se retem,
limpando as maleitas
que surgiram e não vieram sem
me afogar em memórias...
Mas isso agora não convém!

Curas-me assim então,
e tudo isso desaparece
com um respirar,
grato por ti,
e por te achar.


Maria Toranja

 
Autor
C.Driade
Autor
 
Texto
Data
Leituras
2094
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.