https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Banco de Dados

 
Sei que tens tudo guardado...
Deixe-me invadir
teu banco de dados...


Diz-me qual a cor que aprecias.
O que te deixa feliz no dia-a-dia...
Fala-me dos teus sonhos,
os planos traçados
bem no intimo do
teu ser...

Desabafa os desenganos...
Descreve as vitórias,
aquilo que te fez crescer...
Fale-me do que te é corriqueiro
Do andar à solta
Do espírito aventureiro...

Deixa-me conhecer tua vida
Os movimentos que faz teu sorriso
A distancia que teu caminhar alcança.
Confidencia-me:
- Qual teu doce preferido?
Diz-me o que teus olhos veem e
Qual melodia te balança...?

Quero cantar n’um só refrão
Uma canção
Que te embale
com aconchego

Sem receios...
Deixa-me invadir teus segredos!




O que, às paredes, confesso.




 
Autor
MarySSantos
 
Texto
Data
Leituras
1370
Favoritos
3
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
34 pontos
7
2
3
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 04/12/2012 18:16  Atualizado: 04/12/2012 18:16
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16189
 Re: Banco de Dados
Amiga Mary!
Belíssimo! Perfeito! Favoritei!


Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 04/12/2012 19:47  Atualizado: 04/12/2012 19:47
 Re: Banco de Dados
Um belo canto Mary numa massa de curiosidades a querer desvendar da pessoa amada.
Gostei imenso.
Abraços
Maria


Enviado por Tópico
Alessa
Publicado: 05/12/2012 22:54  Atualizado: 05/12/2012 22:54
Da casa!
Usuário desde: 20/09/2012
Localidade: Parnaíba/PI
Mensagens: 477
 Re: Banco de Dados
Olá cara Mary.
Belíssimo poema este teu, buscando desvendar os segredos e conhecer melhor quem tu amas. Parabéns! Gostei da leitura.

Um carinhoso abraço
Alessandra

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 29/03/2014 03:38  Atualizado: 29/03/2014 03:38
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9304
 Re: Banco de Dados
Boa noite Mary, em uma intensa relação de amor, a quebra do sigilo do outro é peça fundamental, ainda que seja parcial, rs, um forte abraço,MJ.