https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Engrenagem

 
Engrenagem
 
Tenho qualquer coisa
No lugar do coração.
O chip do amor queimou;
Meu ódio é recarregável
A cada injustiça que vejo.
São tantas fomes,
Tantos vazios,
Tantos desperdícios
À luz da escassez.
São tantas igualdades
Perante a lei
E à margem da realidade.
São tantas tentativas infelizes
De felicidade.
São tantos esforços inócuos,
São tantos projetos irrealizados.
Tantas vidas sem viver,
Tantas virtudes sem recompensa...
Eu tenho qualquer coisa
No lugar do coração...
E já me canso.

(Danclads Lins de Andrade).

 
Autor
Danclads
Autor
 
Texto
Data
Leituras
1088
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.