https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

A voz da consciência

 
Por que estás chorando

Quando devias estar sorrindo?

Não era isso que querias?

Ah, o arrependimento te asfixia;

A culpa possui um gosto amargo,

E tu estás... Onde mesmo tu estás?

Tu estás no fundo do poço,

Na cova, que tu mesmo cavaste

Não tens mais sonhos

Vives um pesadelo

Tu estás tremendo

Do que tens medo?

Do que adianta agora ter medo?

Tu estragaste tudo

Tu destruiste tudo

Tu se feriste

E também feristes aos outros

Lembro-me de outros tempos

Sim, eras feliz

Tu eras inocente e pura

Não... Não culpe o mundo

A culpa é toda sua

Quem causou essa desgraça foi tu

Só tu pode concertá-la

Levante essa cabeça

E corra...

Corra atrás do tempo perdido

Tu ainda vives


Primeiro poema que eu publico aqui, espero que gostem.
 
Autor
Jakelina
Autor
 
Texto
Data
Leituras
491
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 16/01/2013 19:26  Atualizado: 16/01/2013 19:28
 Re: A voz da consciência
Tem um traço de amargura no texto.
e, com amargura é dificil de se viver.

mas, em certas situações,como a descrita,como não destilar doses de amargura...ninguem é de ferro...não é verdade?

abraços - pedro