https://www.poetris.com/
 
Trovas : 

URUTU OFENDEU-ELA

 
O vergão na cana da perna
lembra chicote de trêis corda trançado
...cipó, cabresto, tala -
mardade de homi infeitiçado.

O danado na tocaia só isperô ela passar;
Invenenado do rabo inté na batata do zói
peçonhento e traiçoeiro - deu o bote...
nem chuquae prestô pra balangar.

Bicho ruim, demôniado
se tivesse avisado
ela sartava de lado
ou inté mesmo ivitado
pagode pur -aquelas bandas cassar!!!

 
Autor
Mandruvachá
 
Texto
Data
Leituras
876
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
2
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
João Marino Delize
Publicado: 15/03/2013 14:17  Atualizado: 15/03/2013 14:17
Colaborador
Usuário desde: 29/01/2008
Localidade: Maringá-
Mensagens: 2739
 Re: URUTÚ OFENDEU-ELA
Concordo com a grafia das palavras dos caboclos antigos, exceto da palavra Urutú, que ao meu ver não é acentuada.

abraços

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 15/03/2013 14:32  Atualizado: 15/03/2013 14:37
 Re: URUTÚ OFENDEU-ELA
da faca um talho nos furos pra se chupar o tantão de veneno
mas de dentes cariados, língua e beiços machucados não pode
urutu é bicho de muita peçonha, mata dois com uma só mordida.

(gosto dessas incursões ao mundo caboclo)
meu abraço caRIOca