https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

A Alma De Um Poeta

 
A alma de um poeta é uma incógnita
A alma de um poeta é sofredora
A alma de um poeta não se importa
Porque a alma de um poeta é voadora.

As palavras de um poeta vão longe
Para as partes mais longínquas
As palavras de um poeta se tornam uma esfinge
Misteriosas e enigmáticas.

Sou “menina poeta-poetisa”
Escrevo nas manhãs e ao anoitecer.
Quando escrevo sinto a leve brisa
Inspirando meu escrever.

Quando escrevo não é por lazer
É quase algo sobrenatural
É sonho, alegria, prazer
Misturadas ao mundo real.

Tenho alma de poeta
“menina poetisa” assim me chamam
Outros me definem como artista
Mas sou simplesmente mais um ser que ama.

Coloco o amor em palavras rimadas
A dor, o desejo e a saudade.
São esfinges a serem decifradas.
Que ficam erguidas para a eternidade.

Joana Darc Brasil *
19 de dezembro de 2007
*Direitos autorais reservados à mesma.

Feliz Natal à todos leitores
Que assim como eu amam a poesia.
Joana Darc Brasil



Edna Schneider Lemos

 
Autor
Edna Schneider Lemos
 
Texto
Data
Leituras
805
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
2
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Adriano Saraiva
Publicado: 19/12/2007 12:39  Atualizado: 19/12/2007 12:39
Da casa!
Usuário desde: 17/05/2007
Localidade: Brasil
Mensagens: 204
 Re: A Alma De Um Poeta
Joana você por aqui???? Que bom, adoro ler seus textos. E realmente a alma do poeta é tudo isso e você se encaixa perfeitamente nesse lindo vôo.