https://www.poetris.com/
 
 
ontem respirava cansado, de braços entorpecidos e ombros encurvados. os pés arrastavam-se farfalhando folhas mortas e verde vivo na memória; trajetórias, quedas e vitórias. na boca um esgar de alívio e nos olhos um pestanejar aflito; quando avistou a curva do hoje.


O que, às paredes, confesso.

 
Autor
MarySSantos
 
Texto
Data
Leituras
656
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
4 pontos
4
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
Migueljaco
Publicado: 04/07/2013 18:08  Atualizado: 04/07/2013 18:08
Colaborador
Usuário desde: 23/06/2011
Localidade: Taubaté SP
Mensagens: 9285
 Re: TRILHA
Boa tarde Mary, quando cansados das labutas do hoje, o a manhã se faz esperançoso em nosso ser. parabéns pelo seu instigante poema, um grande abraço, MJ.


Enviado por Tópico
acalenta
Publicado: 04/07/2013 18:16  Atualizado: 04/07/2013 18:16
Colaborador
Usuário desde: 25/08/2010
Localidade:
Mensagens: 5385
 Re: TRILHA
Olá Mary!!!

Essa uma trilha que todos iremos percorrer,parabéns lindo..lindo.
beijinhos
acalenta