https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Inferno

 
omnipresente,
a oportunidade perdida
é uma doença crónica

persistente
má-formação ortográfica
numa frase enegrecida

 
Autor
pAuLoGaLvAo
 
Texto
Data
Leituras
716
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
20 pontos
8
2
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
umero
Publicado: 21/07/2013 02:19  Atualizado: 21/07/2013 02:21
Da casa!
Usuário desde: 19/04/2010
Localidade: São José dos Campos-SP
Mensagens: 387
 Re: Inferno
Entendi nada.


((()))


Talvez por isso seja poesia de verdade, numa linha mais pós-moderna, afiliada à tradição mais recente de Portugal, na esteira de um Al Berto, de um Ruy Belo, de uma Sophia Andrensen...

Mas não gosto da poesia contemporânea - é bem feita, faz pensar, mas nada diz.


Enviado por Tópico
(re)velata
Publicado: 21/07/2013 08:59  Atualizado: 21/07/2013 08:59
Colaborador
Usuário desde: 23/02/2009
Localidade: Lagos
Mensagens: 2181
 Re: Inferno
Como diz o estudioso Óscar Lopes, infelizmente já falecido, «a poesia (...) não nomeia, não descreve, não conta nem realmente age como age qualquer fala», a poesia apenas sugere interpretações, pelo que ler é fazer tentativas, e não procurar à viva força o que o poema "diz" (certamente dirá mais - ou pelo menos dirá diferente - do que o próprio autor pensou). Nesse sentido, a mim este poema sugeriu-me pelo menos duas leituras: quando a perda de uma oportunidade pessoal nos traz frustração, esse sentimento pode ser uma constante no nosso pensamento; ou então, do ponto de vista político português, o poema pode refletir o contexto atual, em que se perdeu mais uma oportunidade de entendimento entre os partidos e voltamos a ter "mais do mesmo" - o velho discurso desculpabilizante, feito de "frases enegrecidas".
É esta multiplicidade de leituras - que não pretendi, de todo, esgotar - que traz riqueza ao poema. Parabéns, Paulo!
Beijinho


Enviado por Tópico
Onde_está_o_@mor?
Publicado: 22/07/2013 13:01  Atualizado: 22/07/2013 13:01
Colaborador
Usuário desde: 25/05/2013
Localidade: Funcheira
Mensagens: 690
 Re: Inferno
Em chegando o Verão isto as vezes também fica um inferno. Eu tenho muito cuidado com as fogueiras do churrasc e digo sempre ao Xico para apagar as biatas com agua.
Abraço


Enviado por Tópico
Vania Lopez
Publicado: 25/07/2013 04:40  Atualizado: 25/07/2013 04:40
Colaborador
Usuário desde: 25/01/2009
Localidade: Pouso Alegre - MG
Mensagens: 17658
 Re: Inferno
poesia é como pintura.
é viva, imediata, doa.
somos o que nos lê enquanto os olhos
prescrutam a cor... bjs e obrigada

Enviado por Tópico
Ulisses.Borges
Publicado: 26/07/2013 20:48  Atualizado: 26/07/2013 20:48
Super Participativo
Usuário desde: 01/10/2011
Localidade:
Mensagens: 143
 Re: Inferno
Obrigado por comentar meu poema, assim descobri mais um bom poeta, tu.