https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

VOZES D'ALMA

 
Ainda gritas, ó sonora voz,
Ao silêncio das frias madrugadas,
Açoitada és pelo vento atroz
E em teu corpo recebes as rajadas.

Dorida, bradas em doudos horrores
Pelas lembranças que trazes ao peito
E levas taciturna p'ra onde fores
Um mar de lágrimas sobre teu leito.

Algum dia outra voz bater à porta
Segues, alfim chegou a libertação!
A alma deixará a matéria morta,
Terás por fim bálsamo na amplidão.


[Jadson Simões, Aju-SE, 29.07.2013]


Jadson Simões

 
Autor
JadsonSimoes
 
Texto
Data
Leituras
606
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
1 pontos
1
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martisns
Publicado: 30/07/2013 12:10  Atualizado: 30/07/2013 12:10
Colaborador
Usuário desde: 13/07/2010
Localidade:
Mensagens: 29136
 Re: VOZES D'ALMA
O silêncio das madrugadas libertam as almas para se madrugar, para caminhar em busca e sua libertação