https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Intervenção : 

Merlix # 2- O que (não) convém

 
 
Merlix # 2- O que (não) convém (EC)


Ao arriscar nas palavras, atirar flechas, em quem?
Bem melhor se agasalhar, os pensamentos guardar.
Com isso menos ferir, e menos aborrecer.
Demasiado sincero, nem sempre é o que convém.
E o que pode ser verdade, pode também magoar.
Faz bem o verbo calar, inconveniente não ser.


Ser mais leve e gentil melhora a vida também.
Educação, delicadeza, discrição no tratar,
E assim é mais suave o caminhar, conviver.



Na ordem Decrescente


Faz bem o verbo calar, inconveniente não ser.
E o que pode ser verdade, pode também magoar.
Demasiado sincero, nem sempre é o que convém.
Com isso menos ferir, e menos aborrecer.
Bem melhor se agasalhar, os pensamentos guardar.
Ao arriscar nas palavras, atirar flechas, em quem?


E assim é mais suave o caminhar, conviver.
Educação, delicadeza, discrição no tratar,
Ser mais leve e gentil melhora a vida também.








Experimental criado por Daniel Miguelavez ou Merlin Magiko
http://www.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4309661


Este texto faz parte do EC “Inconveniência”
Saiba mais sobre o referido exercício
http://encantodasletras.50webs.com/inconveniencia.htm
[/font]



[size=large]Citando:
A felicidade é branca... O amor tem matizes que nos fazem ver o infinito..
.

O desejo de escrever persiste, por vezes em tons felizes, vibrantes cores, outras em tons pastéis. cor de pérola, mas o que importa é que não há r...

 
Autor
RoseaneFerreira
 
Texto
Data
Leituras
679
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.