https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

cena para uma novela sobre festinhas de república em Ouro Preto

 
eles encheram a casa de garotas
e bebidas entorpecentes
disseram coisas indecentes
nos ouvidos da mulherada
depois mataram um homem
na estrada
a festa deixou todos muito contentes
de lá saíram sem dentes
os que apanharam
mas muitos, ainda sorridentes
esquematizaram
um horário para bruxarias finas
na Praça Tiradentes

tinham ácido, tinham tudo
só não tinham as meninas
do cu sujo ou cabeludo
porque essas foram embora
por serem feias, impertinentes

eles voltaram pra casa
com a caminhonete ensangüentada
e descobriram que a garçonete
estava só, tranqüila e franzina
indefesa e menstruada.



Úmero Card'Osso

 
Autor
umero
Autor
 
Texto
Data
Leituras
674
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.