https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

INCONSCIÊNCIA PUNITIVA

 
Tags:  inconsciência    punição  
 
.


Gê Muniz

INCONSCIÊNCIA PUNITIVA

não me rebelo
contra qualquer perda
mas por esta assumir
tua espevitada pretensão

não me detenho a contemplar
qualquer miragem,
tão-só certas miragens
em que és o tom da ilusão

não me aferro a qualquer fato
apenas uns raros fatos
que trazem o desatino
sensual da tua inação

nada é referência concreta
: nem o fato, nem a perda,
nem a miragem
em si, nada me provoca
uma qualquer reação

a não ser algum atributo
do fato, da perda, da miragem
que leve em alegação
teu ser tão inumano,
tão deterior, tão estranho
tão distante de meu próprio plano

aspecto transitivo das minhas lembranças
que se ilumina numa provocação
sem sentido, insensível,
inconsciência punitiva d'uma íntima,
invisível desilusão

(Gê Muniz)

 
Autor
GeMuniz
Autor
 
Texto
Data
Leituras
530
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
10 pontos
0
1
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.