https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

O Apanhador de Estrelas

 
 
Estavas sentado a apanhar estrelas no beiral da casa

E eu,

Que queria escrever um poema,

um poema luz

Franco e aberto,

Um poema a sorrir, a gargalhar

Escrevi-te a ti

A ti - porque és parte da poesia que há em mim

Vê, repara

Ninguém sabe apanhar estrelas no beiral de casa

Muita gente tenta

Mas as estrelas caem,

e partem-se na noite

Mas tu, fazes das tuas mãos - gestos

Onde estrelas vão morar

Tu sabes,

Sabes apanhar estrelas no beiral de casa

E é esta diferença de quem sabe apanhar estrelas nos beirais

Que torna feliz e matinal

O olhar de todos os poetas


Olívia Santos


1º Prémio do XVIII Concurso de Poesia da APPACDMSetúbal
 
Autor
olivia.santos
 
Texto
Data
Leituras
1232
Favoritos
6
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
62 pontos
6
4
6
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 17/11/2013 17:06  Atualizado: 17/11/2013 17:06
 Re: O Apanhador de Estrelas
há magia neste poema. eu colhi-o no colo de um sorriso. mil parabéns, Olívia.

Enviado por Tópico
Nanda
Publicado: 17/11/2013 17:39  Atualizado: 17/11/2013 17:39
Colaborador
Usuário desde: 14/08/2007
Localidade: Setúbal
Mensagens: 11172
 Re: O Apanhador de Estrelas
Olívia,
Venho, deliciada, dar-lhe uma vez mais os parabéns por este maravilhoso poema, merecedor da distinção de 1º prémio, no XVIII Concurso de Poesia da APPACDM de Setúbal.
Bj
Nanda

Enviado por Tópico
Mariaa
Publicado: 17/11/2013 19:09  Atualizado: 17/11/2013 19:09
Colaborador
Usuário desde: 23/08/2009
Localidade: Braga
Mensagens: 2621
 Re: O Apanhador de Estrelas
a Poesia é mesmo assim
com simplicidade e magia
e faz nascer um jardim
de paz e muita harmonia
nas almas de quem a lê
e em tanta arte se revê!

Muitos parabéns pelo poema
e pelo merecido prémio!

E ABRAÇOS SIDERAIS
DA AMIGA AO INTEIRO DISPOR,
MariA CotoviA«*+*» «*+*»

Enviado por Tópico
PROTEUS
Publicado: 17/11/2013 19:48  Atualizado: 17/11/2013 19:48
Colaborador
Usuário desde: 27/03/2010
Localidade:
Mensagens: 3609
 Re: O Apanhador de Estrelas
APANHADOR
Autor: Carlos Henrique Rangel

Essa podia ser minha...
Pode...
Eu que apanho coisas
Em todas as vidas...
Colecionando histórias
E memórias.
Sim, essa estrela
Inalcançável podia...
Eu que quis tanto Tantas
Mais a quero nesse dia.
Já esqueci desejos
Impossíveis.
Dei meia volta em caminhos.
Mas com o tempo aprendi
Que o impossível
É o que não se acredita possível...
A frustrada volta do caminho...
Mas essa estrela
Eu a quero e posso
Mesmo à distância...
Não sou eu o apanhador de coisas
E histórias?
Esse ser feito de memórias?

Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 18/11/2013 02:14  Atualizado: 18/11/2013 02:14
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16052
 Re: O Apanhador de Estrelas
Parabéns! Belo poema! Beijos!
Janna

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 03/10/2014 16:07  Atualizado: 03/10/2014 16:07
 Re: O Apanhador de Estrelas
um tesouro desse já tõ levando,bonito demais caramba! a singeleza das palavras uma a volta da outra igual balé de nuvem, show m-e-s-m-o! merecida premiação