https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Reflexão : 

Parábolas de uma Semente

 
Tags:  poesia    reflexão    família    jomad  
 
Queria ser flor, ser imponente
Aquela que sem cor era indiferente
Queria crescer para tudo conhecer
Mas nem plantada estava, o que fazer

Até que dela se compadeceram
E com jeitinho no solo a esconderam
Aguando depois todo o seu regaço
Com aquele néctar que corroí até o aço

Depois, apenas dúvidas existenciais
Algumas verdades falsas e mentiras reais
Saber como crescer, onde (re)florescer
Não somente apenas o alimento comer

E a parábola criou-se então
Fruto de uma semente na mão
Plantamos e toda a vida regamos
A semente que mais amamos

Damos por ela horas, fios de vida
Protegemos e sempre damos guarida
Esperando que cresça saudável
Torne-se gentil, honesto e afável

Mas a semente se demais aguada
Amolece, apodrecendo estragada
E depois não será mais imponente
Será apenas cápsula vazia, ausente

E se a semente é filha de outras iguais
E se a nossa semente nos chama Pais
A outra cresce no solo desapoiada
A nossa vive sempre acompanhada

A outra tem de lutar para crescer
Sem ter por perto quem a proteger
A nossa semente tem excelsa sorte
De ter quem com ela se importe

Mas numa coisa reside a verdade
Que torna a parábola realidade
Depois de crescerem são imponentes
Sejam boas ou más ou apenas diferentes

Por isso ao plantar a semente
Fruto de flores e amor de gente
Temos de ter uma visão profunda
A paciência que nunca abunda
A simplicidade de errar mas reparar
Para poder aos outros ensinar

Cuidado ao aguarmos a relação
Tento ao cedermos do nosso pão
Não queremos com isto dizer
Que logo os iremos perder

São as parábolas de uma semente
Que persiste de forma indigente
Viva ansiando por em breve nascer
Olhando calada para onde iria viver


Open in new window

 
Autor
jomadosado
 
Texto
Data
Leituras
754
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.