https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

Na abundância dos sentidos

 
Vamos rasgar o céu
num voo de mãos dadas
quebrar os ventos tempestivos
rumar do norte ao sul
em planícies verdejantes
numa viagem sem tempo
soltos em amarras (des)atadas....

Juntos beijaremos o céu
em recomeços constantes
na abundância dos sentidos
nos gestos antigos
a lembrarem as orações
que somente os corações
crentes sentem...


Ana Coelho
Os meus sonhos nunca dormem, sossegam somente por vagas horas quando as nuvens se encostam ao vento.
Os meus pensamentos são acasos que me chegam em relâmpagos, caem no papel em obediência à mente...

 
Autor
AnaCoelho
Autor
 
Texto
Data
Leituras
341
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
0 pontos
0
0
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.