https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Amor : 

Inclinação - Capítulo IV

 
Tags:  Matéria-Prima  
 
As suas lágrimas caíram no choque
depois do que os seus olhos viram,
E dela eu tentava ser o reboque
protegendo de embates que surgiram,
'Sabes a sensação de olhar para algo
e esse algo descrever a nossa vida?'
Sim, respondi que problemas galgo
mesmo com uma ferida desenvolvida,
'Por um lado a imagem transmite solidão
por outro eu sinto uma enorme paz,'
Perda sem perdão nesta relação
que ela acabou há uma semana atrás,
Para mim era sem dúvida das imagens
mais românticas que vi numa tela,
Escreveria 'Amor Perfeito' nas margens
como o amor perfeito que eu vi nela,
Fracos, tornamo-nos fortes quando
não temos alternativa senão sê-lo,
E eu imagino-a uma harpa tocando
lentamente cada fio do seu cabelo,
E mesmo lento eu sento e espero
que ultrapasse o preto desse luto,
Passar a vida atrás dela eu quero
tipo Pluto mas nos beijos menos bruto,
E isto não eram palavras minhas
mas os gritos do meu subconsciente,
Repito:gritos do meu subconsciente,
Em um ano eu coroei cinco rainhas
que fizeram a minha côrte reincidente,
Em frente numa colisão diferente
em uma marcha que se aparenta lenta,
Alimenta-me a mente por acidente
como um prato que está fora da ementa,
E eu um lamechas de metro e noventa
profetizado como um livro de salmos,
Vejo que ganhou cor a vida cinzenta
que eu vivia abaixo de dois palmos,
E como queremos ficar mais calmos
procuramos tranquilizantes eficazes,
Enquanto narramos como Richard Malmos
os romances fugazes em cartazes,
O amor faz cair sempre toda a gente
que se levanta mas não fica igual,
Eu quero provar que o teu diferente
vai ser um diferente fora do normal.

https://www.facebook.com/amateriaprima ... 021978961/?type=3&theater

 
Autor
LuísDiogo
 
Texto
Data
Leituras
848
Favoritos
1
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
12 pontos
4
0
1
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
fernandamoreira
Publicado: 07/02/2014 19:37  Atualizado: 07/02/2014 19:37
Colaborador
Usuário desde: 13/01/2014
Localidade: Sao Paulo
Mensagens: 2463
 Re: Inclinação - Capítulo IV
Aplausos

Lindo, sensível, poético
maravilhada

abraços
Nanda


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 07/02/2014 19:43  Atualizado: 07/02/2014 19:43
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 17261
 Re: Inclinação - Capítulo IV
Poeta Luís
Apaixonante! Gostei imensamente da leitura!
Beijos!
Janna

Enviado por Tópico
visitante
Publicado: 10/02/2014 13:58  Atualizado: 10/02/2014 13:58
 Re: Inclinação - Capítulo IV
Poeta,

Adorei o texto, como sempre!

Muito bom e encantador!

Parabéns!

Escreves maravilhosamente bem!

Abraços,

Anggela