https://www.poetris.com/
 
Poemas : 

[Ruas vazias]

 
[Ruas vazias]

Na calada da madrugada o silêncio reina como soberano
Passos solitários caminham sem se preocupar
Com a hora da chegada pois, o calor de um abraço
Não mais o espera no seio de seu aconchego.

A liberdade de caminhar pelas ruas vazias
Relembrando em esquinas esquecidas
Cinzas de momentos jogados em latas de lixo.

Em uma esquina escura, uma parada
E um gole, numa garrafa de vinho
Isso é apenas uma nobre forma
De apagar os rabiscos deixados
Em muros que ficaram pelo caminho.

Mais um gole no vinho
E ele desce garganta abaixo
Como uma enxurrada escura
Dessa vez para afogar os sonhos
De um passado varrido pelo vento.

Planos que nunca foram terminados
E ficaram em meia pagina de linhas rabiscadas
Se perdendo no negrume da noite
Desbotas, suas cores se vertem para o cinza.

O silêncio das ruas vazias
Se mistura com os pensamentos de luz
E você corre e corre para estar junto ao sol,
Mas, ele está se pondo
E gira ao redor, para vir atrás de você novamente.

 
Autor
Keithrichards
 
Texto
Data
Leituras
1000
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
20 pontos
12
4
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
acasado
Publicado: 19/08/2014 20:14  Atualizado: 19/08/2014 20:14
Super Participativo
Usuário desde: 17/08/2014
Localidade:
Mensagens: 123
 Re: [Ruas vazias]
Ola
"A liberdade de caminhar pelas ruas vazias" é o poema.
Gostei.
antónio Casado


Enviado por Tópico
Manufernandes
Publicado: 19/08/2014 21:01  Atualizado: 19/08/2014 21:01
Subscritor
Usuário desde: 09/12/2013
Localidade: Lisboa
Mensagens: 3860
 Re: [Ruas vazias]
o abraço que não espera em casa
o vinho que dá asas
mas de noite os pássaros não podem voar
esperam a manhã, aguardam o sol raiar!


Enviado por Tópico
martims
Publicado: 19/08/2014 23:33  Atualizado: 19/08/2014 23:33
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6797
 Re: [Ruas vazias]
Silêncio que se misturam aos goles onde o vazio se embriaga nos pensamentos que se vertem dos olhos rabiscando os sonhos desbotados pela cores dos sentimentos, na solidão da madrugada..encanto de poema


Enviado por Tópico
Odairjsilva
Publicado: 20/08/2014 00:55  Atualizado: 20/08/2014 00:55
Membro de honra
Usuário desde: 18/06/2010
Localidade: Cáceres, MT
Mensagens: 2794
 Re: [Ruas vazias]
A beleza destes versos podem ser resumidas aqui:

Em uma esquina escura, uma parada
E um gole, numa garrafa de vinho
Isso é apenas uma nobre forma
De apagar os rabiscos deixados
Em muros que ficaram pelo caminho.

Quantas vezes não é apenas as ruas que estão vazias para nós e sim o universo inteiro. Um poema muito bom. Apreciei a leitura e gostei muito.


Enviado por Tópico
Jmattos
Publicado: 20/08/2014 03:45  Atualizado: 20/08/2014 03:45
Colaborador
Usuário desde: 03/09/2012
Localidade:
Mensagens: 16189
 Re: [Ruas vazias]
Amigo Poeta
Poema sombrio mas encantador! Gostei!
Beijos!
Janna


Enviado por Tópico
Maryjun
Publicado: 21/08/2014 20:15  Atualizado: 21/08/2014 20:15
Membro de honra
Usuário desde: 30/01/2014
Localidade: São Paulo
Mensagens: 6594
 Re: [Ruas vazias]
Olá amigo,

Parabéns!Um texto
belo e reflexivo!

Gostei!

Abraços,
Mary Jun