https://www.poetris.com/
 
Poemas -> Saudade : 

Atalho

 
Tags:  orvalho    mata    picada  
 
Open in new window

Atalho

No tempo de criança ao ir pra cidade
A gente passava sempre num atalho
E desta trilha o que me traz saudade
É que ao meio dia ainda havia orvalho

Naquela picada passavam pedestres
Gente de bicicletas e outros a cavalo
A gente pegava as frutas silvestres
Que caiam das árvores à beira do valo

Pingos de sol entravam sobre a mata
Quando balançava ao sabor do vento
Lembrando a vida que foi muito grata
Reminiscência me vêm no pensamento

Já passaram tantas dezenas de anos
E aquela época me deixou saudade
Olhando à frente já não tenho planos
De chegar novamente àquela cidade

Pensando agora da trilha do atalho
Deste longínquo tempo de felicidade
Construiria com fé e muito trabalho
Um longo atalho pra ter a eternidade.

jmd/Maringá, 17.09.14



verde

 
Autor
João Marino Delize
 
Texto
Data
Leituras
531
Favoritos
0
Licença
Esta obra está protegida pela licença Creative Commons
2 pontos
1
1
0
Os comentários são de propriedade de seus respectivos autores. Não somos responsáveis pelo seu conteúdo.

Enviado por Tópico
martims
Publicado: 17/09/2014 22:19  Atualizado: 17/09/2014 22:19
Colaborador
Usuário desde: 12/08/2013
Localidade:
Mensagens: 6795
 Re: Atalho
Atalhos da vida que nos levavam pra os encanto viveres, onde o verdadeiro planto existis no olhar nos sentimentos